Objetivos

O Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São Carlos (PPGE-UFSCar), um dos mais antigos do país, começou a ser pensado em 1974 por um grupo de educadores(as) (Dermeval Saviani, seu fundador e primeiro coordenador, Maria Amélia Goldberg, Miriam Jorge Warde, Bernadete Gatti, Maria Luísa Santos Ribeiro, Ester Buffa, Guiomar Namo de Mello). Implantado em 1976, continua sendo um Programa de referência nacional.

Desde sua criação, o Programa se tornou locus de contestação às políticas educacionais da ditadura militar e, ao mesmo tempo, difundiu teorias críticas que, naquele momento, começavam a desnudar o caráter idealista e a visão positivista que predominavam no tratamento da educação brasileira.

O PPGE foi criado com a pretensão de não ser apenas mais um programa de Pós-Graduação em Educação no Brasil. Nosso Programa concebe a pesquisa em Educação como atividade indissociável do ensino, indispensáveis para a formação do(a) pesquisador(a).

Desde 2010, após uma reestruturação histórica, o PPGE passou a ser organizado em uma Área de Concentração: Educação, composta de sete Linhas de Pesquisas que articulam projetos, disciplinas e o desenvolvimento de teses e dissertações, bem como a produção de artigos e livros. A produção de conhecimento fomenta a formação de futuros(as) pesquisadores(as) em Educação e a formação de recursos humanos para o Ensino Superior e institutos de pesquisa.

A importância do PPGE da UFSCar na formação de pesquisadores(as), desde 1976 – época em que formar mestres(as) era muito mais raro do que formar doutores(as) nos dias de hoje –, vem formando pesquisadores(as) que passam a atuar em diversas regiões brasileiras, em cursos de Pós-Graduação e grupos de pesquisa.

Um dos objetivos do PPGE refere-se à formação de professores(as) para o Ensino Superior. Levantamentos realizados pelo PPGE desde 2004 mostram sua importância na formação de professores(as) e pesquisadores(as) no cenário nacional. São inúmeros os(as) ex-alunos(as) que, ao deixarem a UFSCar na condição de Doutores(as) em Educação, passam a formar novos pesquisadores(as) ou atuar mais sistematicamente em atividades de pesquisa. Essa capacidade de formar pesquisadores(as) que passam a formar novos(as) pesquisadores(as) remonta à gênese do Programa, pois, no início da década de 1980, ex-alunos(as) de Mestrado, ao voltarem às suas instituições, se destacaram nessa atividade.

Destacamos, ainda, que muitos(as) dos(as) ex-alunos(as) do Programa ingressaram, por meio de concursos públicos, como docentes na própria UFSCar e em dezenas de outras Instituições do Ensino Superior brasileiras, públicas ou privadas.